sexta-feira, agosto 06, 2010

Para ti.

Foto: minha


Quando a arte cria e não copia, transformar o entendimento com os mesmos elementos.
Diz sem complicar que a maior encenação é a não interpretação. Refletir na própria reflexão. Nova sensação. O sentimento da compaixão o inverso da razão. Sentindo de cada emoção.
Liberdade restrista de um dizer sem fim. "Memórias de uma mente sem lembranças". Sentir o avesso. O verso. O contexto desse unirveso. O espelho reverso. Matéria que só é cor. Se o sentimento for seu carro condutor. A poesia é a magia que a palavra tem prá qualquer momento da noite e do dia também. Quando é real o significado da utopia, quando a arte cria a lógica mantêm a física do querer bem. Pura energia! Redundante ver que o olhar padece entre o escutar ou o ouvir. Paladar do toque ao sentir o cheiro do tempo em cada existir. A presença de cada tempo nesse exato momento, que vira passado remexendo com o vento. Sentir sem dor o que provém do amor. Sem tempo nublado. Sem som abafado. Sentido focado. O silêncio e a sombra que a luz conduz. Respeito pelo direito de tentar.Dizer sem ditar. Ouvir sem interpretar o pensar. Prudência a demência do entender ao ler, escrever e falar. Transformar, evoluir, somar.
Sonhar!

14 comentários:

myra disse...

sentir, sonhar, amar,dizer o que se tem que dizer...
gosto muito como escreve e descreve teus sentimentos ea foto é linda, linda,
beijo grande

Fatima Cristina disse...

Selena,
Blogar é isso. Do nada postar o tudo e ainda evocar as "Memórias de uma mente sem lembranças". Parabéns! Você é ótima!
Beijos!

Selena Sartorelo disse...

Olá Myra,

Acho que gosto demais de escrever mesmo sem saber. Não tenho nunca, tive vergonha de dizer. Penso que por esse gostar eu deveria aprender, mas temo que se isso acontencer pararei de sentir. Tenho o contraditório respeito pela palavra e sinto-me lisonjeada com as tuas palavras. Obrigada minha amiga querida.

Beijos,

Olá Fatima,

É! Acho também que blogar é isso, mas é também alguém que está do outro lado do mundo captar a tua sincera inteção com a mesma emoção. É blogar é muito bom rssr!!
Obrigada! Somos rsrs!! Beijos


Beijos

expressodalinha disse...

Coisas que são podendo não ser, mas que tudo é por existir.

Cristiana Fonseca disse...

Olá querida Selena,
a postagem me deixou sem palavras.
Mágica é vc e tua escrita.
Selena, enviei pra vc ja se uns 15 dias um presente, mas voltou pra mim mesma, amiga mande pra mim por este email(cristifonseca@gmail.com) o teu endereço e o cep. Obrigada.
Beijos,
Cris

M.PAUMARCH disse...

Hola, Selena. Fa molt de temps que no visito el teu bloc. De fet, en visito molt pocs.
La primera foto que he vist m'ha impactat..., els cables semblen marcar el rumb cap a l'infinit, un infinit a través de la boira.
Um abraço des de Catalunya, amiga.

Salvador.

Selena Sartorelo disse...

Olá Jorge,
Mesmo sem ser dá para entender.

beijos

Olá minha querida amiga. Espero que tenha recebido meu e-mail.

beijos e obrigada pelas tuas palavras que mais que as minhas, fazem me sentir mágica. O valor e a importância do querer bem.

Olá Paumarch. É verdade vem por pouco por aqui. Mas o importante é que não deixa de vir e isso me deixa muito feliz. É sempre muito bem vindo.
Essa é foto de um amigo. Um amigo artista em vida e sensibilidade que o tempo com o tempo foi revelando em precisão, fisica e dom. Meu amigo chama-se João. Vá conhecê-lo vai gostar da sua sabedoria. beijos e obrigada por estar.

Luísa disse...

Adorei saborear palavra a palavra!
Sempre belo o que por cá se aprende!
Beijinho terno.

expressodalinha disse...

Aprender sempre. O nexo de causalidade é o menor denominador comum. Maior é a emoção. Calar, ouvir, sentir... e amar.

Luísa disse...

este post foi publicado no dia do meu 39.º aniversário.Adorei ler e consegui entender cada palavra.E não é que acredito que as coincidências são as mãos de Deus na nossa vida?Adorei!
Beijinho terno

Selena Sartorelo disse...

Querida amiga, desculpe o descuido..não sabia...Feliz aniversário. Aceite esse simples mas sincero presente...São suassssssssssss!! beijosssss

Canteiro Pessoal disse...

Selena,

Possibilidades

O tempo morrer, um pouco mais, para que os sons repaginem a vida.

Abraços

Priscila Cáliga

expressodalinha disse...

Que ausência tão prolongada...

Francy´s Oliva disse...

A internet para mim ainda é uma caixinha de deliciosas surpresas, adorei conhecer a sua casa.
Sabias as palavras que diz... A presença de cada tempo nesse exato momento, que vira passado remexendo com o vento...
Belo.
bjs