quarta-feira, dezembro 02, 2009

GRAÇA REAL

Luna, eu e meu filho Gustavo...

Uma tarde divertida! E muito, muito agradável!!!
Lunna Montezzinny e Selena Sartorelo
Do virtual ao real
Do social ao humano
Conhecendo algumas lembranças
A lágrima que vem da saudade
A confiança
A exposição dos meus
A localização.
Sem dissimulação
Certa timidez
Ausência do medo
além do de não ser real.
As mãos da minha filha Maria.
As cores, sabores e sons que relembram infância e sorveteiro
Sons de cachoeiras
Tempo para falar bobeiras!!!
Uma poção de crença e esperança
Nessa tão procurada semelhança

9 comentários:

Anônimo disse...

Deve ter sido legal ter passeado!!

Regina d'Ávila disse...

Delícia!!
Época gostosa...boa para fazer novas amizades.
Sim...tudo faz lembrar.
Beijos,
Regina.

Lunna disse...

De repente fiquei sem palavras do lado de cá. Eu heim...
As sensações são antigas, eu voei na tarde de ontem, sou meio estranha as vezes. Gosto de ficar em casa, no meu canto de mundo. Sou meio "cachorro" que gosta de passear pela rua, mas quando volta pra casa faz festa e vai ver se nada mudou de lugar.
Mas a tarde de ontem foi realmente agradável, do virtual para o real foi um simples passo e lá estavámos nós... Em um shopping. Difícil de acreditar. kkkkkkkkkk
Enfim, é preciso nos permitir possibilidade...
Bacio en tuo cuore carissima.

Fatima Cristina disse...

Oi Selena!

Quando todos publicam sobre os problemas da questao social virtual, você dá o exemplo e faz o virtual se tornar real, pelo menos por um dia! Parabéns!

Vejo que foi uma tarde animada mesmo!

Beijos,
Fatima

Selena Sartorelo disse...

Aviso: Essa anônina é a Maria que foi ler e constatou que tinha perdido uma tarde deliciosa no shopping com direito a sorvete e conversa boa, por que nesse horário ela está no colégio.

Olá Regina...podíamos prolongar essa época não é mesmo? rsrs

Beijos,

Olá Lunna,

Concordo com todas as suas
palavras.

Olá Fatima,

Você tem razão, foi exatamente o que eu fiz após ler tantas opiniões e analizes sobre o assunto, todas muito pertinentes, disso eu não tenho dúvidas, mas fiquei me perguntando qual delas era a resposta que me caberia.
Houve um tempo que queria conhecer alguns de vocês pessoalmente, mas pensava que como eu todos tem uma outra vida além dessa. E é obvio que aqui eu não vim para fazer amizades, nem ser íntima de ninguém. Vim para me deleitar com gostos e semelhanças, interesses comuns e incomuns. Mas sempre insisti em dizer que também somos assim, frequentei um outro site de artistas e saí irritada pq lá tudo era lindo, pessoal e meloso. Diferente de ser sincero, educado, claro e inteligente...sinto-me um peixe fora d'água. Nossa! e como, mas pensei bem, se não sei aprendo e se não minto e não faço disso meu diário pessoal então ok ( simples assim? não, mas é que o texto ia ficar muito longo...enfim não levei a idéia de conhecer ninguém adiante por medo.
Mas com o tempo fui encontrando pessoas que apresentam-se verdaeiramente junto com o artista que é e a pessoa que sente ser, não conhecia nenhum de vocês até agora mas vou te dizer uma coisa, como é bom confirmar um sentimento, não endeuso ninguém...não crio ilusões...alguns até eu implico um pouco, mas são pessoas que eu quero testemunhar, compartilhar da criaçao delas..ler, aprender, discordar, concordar ou não...são assuntos ditos, artes mostradas, pensamentos que simplesmente me interessam.
Liguei para a Ju Glioli também, quem sabe não lhe faço uma visita, temo ser inconveniente mas a idéia de estar diante de uma tela dela me fascina de verdade, sem obrigações nem hipocrisias sociais...não sei se nos tornaremos amigas, amigos ou não, o que sei é que aceito isso por ser uma escolha que fiz...tentei ficar procurando razões e entre muitas e nenhuma o que prevalece é a sinceridade e o querer poder escrever, que é o que amo fazer.

beijos e absurdamente dentro desse universo te digo, estava virtualmente com saudades do cê rsrsr!!!

myra disse...

acho otimo ver alguem arrumar decorar uma arvore de natal, e ver voces duas...
para mim , este ano , que bom que ja esta indo embora...
beijos as duas

Fatima Cristina disse...

Oi Selena!

Eu adoro ler os seus textos sem fim! Quase perdi o fôlego!

Obrigada pela resposta. Continue com essa iniciativa boa de conhecer as pessoas que lhe tocam mais fundo. A intuição quase nunca falha! E quem sabe um dia você se emploga e vem até aqui na Áustria me visitar também! rsrs... Seria um prazer!

Também estava com saudade de um papo virtual com você.

Beijos!

mario nelson disse...

ola Selena
com o tempo tenho vindo a descobrir novas "coisas" e ao que pareçe muita da sua inspiração tem a ahaver com a sua familia

assim como a minha tem tambem(alem da minha profissão) os meus filhos..
como posso com o maior gosto partilhar consigo uma foto dos meus diamantes?


bj
mario nelson

Selena Sartorelo disse...

Olá Mario,

Sim...a minha família me propicia muitos momentos bons. Somos uma família comum e estamos aprendendo juntos..o que eu acho sempre muito bom.
Quanto a profissão, estou num ano dificil profissionalmente..um dos motivos de tanta e ainda mais dedicação.
Hoje passamos mais tempos juntos, o que é novidade, pois eu sempre trabalhei fora...enfim.

Gostaria muito de vê-los obviamente, envie-as por e-mail...viste que falta um blog faz rsrsr.

beijos