segunda-feira, setembro 21, 2009

IDADE DE SABER


Dizem que as verdades vêem com o tempo.

“Verdade e Conhecimento” além desse tempo.
Mas que tempo é esse que não se pode datar
Dizem também que o tempo tudo apaga,

tudo transforma e que as coisas apenas mudam de lugar.
Repetem-se com a intermitência sem tempo
Espaço ocupado que é constantemente transformado.
Dizem que as resposta vêem dele também
Sendo para cada tempo existe um elemento

uma pergunta diferente feita pelo pensamento

guiado por sentimento
Dizem que temos todo o tempo do mundo

e que tudo é uma questão de tempo.

21 comentários:

Absinto.Selvagem disse...

Olá Selena,

Gostei da sua resposta, é isso mesmo, temos que nos valorizar.

Quando falei sobre webcam, esse tipo de coisa, é o que acontece muito, um cara vai se aproximando de mansinho, falando palavras e elogio e logo vai se mostrando.

Eu quis passar uma metáfora, acho que vc entendeu...E por ter entendido, lhe dou parabéns...

Deixo para você, algo que recebi de um amigo.

"Cuidado com os semeadores que você não conhece. Há muita maldade escondida em sorrisos sedutores...

Cuidado com aqueles que deixam cair qualquer coisa sobre você, afinal, você merece muito mais que qualquer coisa.

Cuidado com os amores passageiros... eles costumam deixar marcas dolorosas que não passam...

Cuidado com os invasores do seu corpo... eles não costumam voltar para ajudar a consertar a desordem...

Cuidado com os olhares de quem não sabe lhe amar... eles costumam lhe fazer esquecer que você vale à pena...

Cuidado com as palavras mentirosas que esparramam por aí... elas costumam estragar o nosso referencial da verdade... "

Abraços

Absinto.Selvagem disse...

Vim lhe agradecer, pela visita que fez ao meu ex-bloguinho...

Como diz na música do Fábio Junior "Sou homem maduro
Mas na sua frente (Dela)
Não sou mais
Que um menino".

Sou esse adulto, que infelizmente ainda tem a alma de um menino...é uma pena, pois ter a alma assim, me faz ser um homem sentimental.E por isso, terminei meu bloguinho sem graça..rsrs

Grato pela bondade.

Selena Sartorelo disse...

Olá Absinto,

Minhas respostas são meus textos, às vezes comentados outras postados.

Somos aqui, como pode ver um grupos de pessoas que estão ensinando o seu saber e todos juntos só queremos aprender. Não tem espaço para caras expressar e nem para bocas o falar...é a arte do bem blogar.

Não tem o que agradecer é uma questão de costume e educação o fato de eu responder.E como podes ler, sua metáfora foi nessa mesma condição respondida e supostamente compreendida.

Quanto ao texto deixado, pouco pode ser falado, pois cada palavra trás um sentimento sincero e o cuidado com a palavra é certetamente esse esmero.

cordialmente,
Selena

Maria disse...

SELENA, VIM CONHECER SUA CASA, POR CONVITE DE REGINA, AMIGA DE MINHA AMIGA, MINHA AMIGA É.

DESCULPA A CONFINÇA DE ME TORNAR SUA AMIGA SEM LHE PERGUNTAR, MAS Á COISAS NA VIDA QUE NÃO TÊM EXPLICAÇÃO...
VOCÊS PARA MIM, É COMO SE EU TIVESSE CRESCIDO AO VOSSO LADO...

SEU BLOG É MUITO GOSTOSO!
AMEI...

:)) DOCE ABRAÇO

M.M.G.
PS NÃO SEI ESCREVER COM TANTO TALENTO COMO VÓS...LOL

Georgia disse...

Se soubessemos que tempo teríamos, nao perderíamos tempo pensando no tempo.

Bjus

Selena Sartorelo disse...

Olá Maria,

Seja bem vinda, fico muito feliz que tenha aceito o convite da Regina, Agradeço muito tuas gentis palavras, mas não posso concordar quando diz que não sabe escrever, quando é capaz de me envergonhar dizendo esse talento eu ter.
Quando a minha única razão para aqui estar, é a vontade de aprender. Sou uma pessoa esgoísta Maria, pois estendo-me nos comentários pelo puro prazer
O prazer de simplesmente escrever. Coisa essa que sei, conscientemente compreender. Entender pelo escrever, o que quero dizer, o meu não saber fazer.

beijos,
Selena

Regina d'Ávila disse...

Texto simples...kkkk
Assim como a vida...kkk
Que a gente não consegue entender nunca...kkkk
"A verdade vem com o tempo....e então..o tempo apaga tudo..
Depois, quando começamos a entender...tudo muda.
Os pensamentos já são outros..."
Fácil...bem fácil...Para quem???kkkk
Vidinha complicada...mas muito gostosa...
Uma linda semana para você amiga,
Seu blog ficou maravilhoso..Adorei!!
Beijos,
Regina d’Ávila.

Selena Sartorelo disse...

Olá Georgia...Eu é que não vou perder tempo pensando no tempo. Mas pensando bem, tenho muito tempo para isso também rsrsr!!!!!!

beijos,

Olá Regina,
obrigada pelas risadas, um bom dia prá você também.

beijos

angela disse...

Oi Selena
Bonito texto.
São as contradições das palavras, tentando contar o nosso viver.
Vamos complicar então, rsrs temos pelo menos dois tempos que se movem diferentes, o tempo do relogio (da razão) e o tempo do coração, que é este que me deixa menina tantas vezes, quando já não o sou. (os gregos eram sabios)
beijos

Selena Sartorelo disse...

Olá Angela,

Obrigada, Sensações que acontecem o tempo todo, mas é bom quando percebemos isso não é mesmo?

Conte mais sobre o sábios gregos, a história é muita extensa e com todos as referências que tem, gostaria de saber a qual delas se referi?

Beijos,

Maria Augusta disse...

O tempo, sempre inspirador...dizem que ele é relativo, que depende do observador, que cura todas as feridas...mas será que o tempo passa, ou somos nós que o fazemos passar, passando?
Beijos.

Lina Faria disse...

Só consegue escrever sobre o tempo quem o respeita.
Minha matéria é o tempo, do qual você fala com a propriedade dos sensíveis. Adorei!

Chica disse...

E como ele passa depressa. Basta nos olhar ao espelho...rsrsr/ Assim, nada de perdê-lo com bobagens!beijos,tudo de bom,chica

entremares disse...

Olá Selena...

Quando li o post ( este e o outro, a tua resposta à Regina ) assaltou-me o mesmo pensamento: Música.
Musica? - pergunta ela
- mas o que tem o post a ver com musica? está fazendo confusão.

Nem precisa de ter um nome, mas é o ritmo, o compasso. O teu tempo é como a bossa-nova, o meu parece mais uma valsa, com mudanças súbitas. O teu tempo é leve, com respostas elegantes que desarmam, com ritmo que cativa e atrai seguidores.
O meu... eu explico depois, este é o teu post, o teu blog.
Mas agrada-me pensar que todos temos um tempo, um tempo perfeito e até... alguns momentos mais-que-perfeitos... daqueles em que sentimos que colocámos as notas certas na pauta.

E o "tempo tudo apaga" ?

Nah... a musica segue simplesmente... e enquanto estivermos a ouvir... é só mais dificil relembrar o inicio da canção. Ela não partiu, mas também não ficou. Transformou-se sómente, entrou um violão, um trombone, saiu a voz ou o piano.

Ficou alguma coisa?
Quando muito... só o espectador, sentado, a ver a musica passar...

Beijos.
Rolando

Luísa disse...

Perco tempo a aprender para que a lição não passe e sem que seja apreendida!
Obrigada por tudo,
MARIA Luísa

Ana Martins disse...

E tudo de deve ao tempo Selena, porque o tempo está em tudo!

Beijinhos,
Ana Martins

Sr do Vale disse...

Não descontente com o instante, queria ter 20, com a mesma cabeça de agora.

Selena Sartorelo disse...

Olá Maria Augusta...

Esse é uma tema que sempre quis entender. Mas tudo acaba sim, nesse relativismo que para o tempo tudo é possível. Quem derá poder o tempo entender o passado saber o presente conhecer e o futuro ser em si esse conhecimento. Filosofias a parte me bastaria o agora viver...

Beijos,

Olá Lina,

Como não o respeitar, é o mesmo que não respeitar a própria evolução, não concorda? Pois o tempo são questões.
Que está aos nossos olhos, como o equilibrio está para a razão. Nada de sensível isso e impróprio da erudição. Essa que detem o conhecimento mas não, todos os elementos.

Claro, e perdão, por não responder com as palavras da lógica óbvia e comum e nada dizer, a não ser concordar com você.

Mas diante de tal elogio só a loucura do sentimento me salva rsrs.

Vacilo diante ao desafio , mas não falo nehum impropério.

Insano o pensamento que deixa de se manifestar por não confiar no teu talendo e por estupidez perder esse significado momento...que é um tempo que vai perdurar a esse entendimento.

Beijos,

Olá Chica!!! Até para bobagens precisamos de tempo...também rsrsr,

beijos,
Beijos e obrigada.

Olá Rolando, Foi de fato muito agravadável escrever e ler os comentários lá nos blog da Regina, mas confesso que fiquei um pouco envergonhada, pois sempre acabo esquecendo que isso às vezes é postado, sei disso porque sinto uma vontade imensa em postar alguns comentários de tão sensíveis e sinceros que são...não foi exatamente o meu caso, escrevi apenas levada pela emoção. DÃ o que dá quase no mesmo né?. Sou prolixa eu sei, mas o que se a de fazer...já deve ter ouvido eu dizer o quanto que quero aprender. Então nem leve meus erros á sério, ele são também muito sinceros.

Esse aspecto desse tempo que diz eu ter, eu nunca prestei atenção. Vou ouvindo meus pensamentos e tento fazer com que os meus dedos o acompanhe, mas depois quando releio vejo que inverti, ou engoli um bom pedaço dele. E vai explicar depois a confusão srsrs!!!

Tem frases ali que me são conhecidas mas não sei dizer de quem são, talvez tenha razão e seja frases de alguma canção, se for me diga..eu nunca presto atenção..Mas não é plágio não! Eu juro que não!

Obrigada por tuas palavras, pois elas são sempre uma prazerosa leitura.

beijos,

Olá Luísa, é uma privilegiada pois sempre quando leio teus textos penso que tem esse tempo guardado na palma da tua mão. Fico minutos ali parada, lendo e relendo a delicadeza de tuas palavras que parecem hinos de tão sensiveis que são.

Beijos
Obrigada poetisa.

Olá Ana...eis a grande questão, talvez esse "tudo" seja a solução.

Assuntos que eu me meto escrever e depois me vejo nessas enrascadas pois não saberia deixar de dizer. Não sei, não levar tudo á sério demais, mas é bom relaxar e deixar o tempo fluir. Começo a entender que o tempo também é acreditar que podemos falar e até pensar e sentir que estamos sendo ouvidos e ouvimos em muitos tempos também.

beijos e obrigada por vir.

p.s. Perdoe mas estou exausta, sei que parece desfeita, mas não consegui deixar de responder, mas já estou avisando que não vou corrigir nem os erros nem os pensamentos que provavelmente devem ser estes mesmo.rsrsr!!!!!!

Olá Sr do vale, que saudade de você, faz tempo que não falamos em seu moço?
Pensei mais sobre isso...Acho que não sei...adoro a idade que tenho, preciso de alguns reparos é fato, mas... rindo muito..preciso de muitos reparos isso sim, mas tá bom assim. A acho que é um desejo muito íntimo de cada um, né não?

beijos,

Quase Blog da Li disse...

Selena,
o tempo; que bons ventos fizeram vc escrever sobre ele.
Adorei!
O tempo é o meu melhor aliado; sempre faz justiça
Meu melhor conselheiro; se encarrega de mostrar os caminhos.
Meu melhor amigo; esta sempre presente,
passado e
tenho certeza, futuro.
Minha maior riqueza; a única que verdadeiramente esta sempre comigo,
e, acima de tudo ele me mostra a verdadeira face das pessoas; é só dar tempo ao tempo.
Tempo real ou
tempo virtual,
não importa;
ele me revela a verdadeira cara
que muitas vezes
é coroa.

Beijo
li

myra disse...

estou aqui outra vez e outra vez gosto muito. sabe eu estou bem velha, e acho que perdi muito tempo, pensando no tempo...melhor deixar ele do lado, que el pense por nos:)
beijos

myra disse...

aqui outra vez. o tempo..ah!
um beijo