quarta-feira, novembro 26, 2008

COTIDIANO...


As bobagens são as coisas mais gostosas de sentir,
aquelas sem importância e por terem tão pouca relevância
não nos faz comentar o que é tão bom significar
Ao final de escrever essas bobagens
as vezes peço a minha caçula para ler
pois penso que através da sua leitura
quem sabe não ouço seu entender
Ela o faz sem questionar
sinto que tem certo prazer em participar
e sempre um palpite a dar
e dessa vez não foi diferente
Terminou o pronunciar e pediu
que tinha uma frase para completar
e a colacaria no final da situação
e então após um não sem pensar
concedi a intervenção
por isso preste atenção.

“QUE ESTÁ A VIR”.

Quem você pensa que é para ter uma identidade...
Não me refiro unicamente a um nome,
CPF e comprovante de endereço
Pois hoje tudo é possível
Tens quantos nomes quiser
Cara então basta clicar um botão
O corpo molda-o como gostar
Os cabelos pintas da cor que desejar
Mas prá que tudo isso
Prá que ter se ninguém vai saber.
Mas somos em tantos, tantos que nem é preciso mentir
Ninguém sabe do seu existir.
Quem dirá do teu ser
“Que está a vir”.

Um comentário:

Sr do Vale disse...

Pequenina e danada.