quarta-feira, agosto 10, 2011

Insulto pessoal ao que se referi o literal...

Confirmando opiniões em certos aspectos, hoje estou sem assunto, acho que é por conta do tempo...dia nublado, sem vento, sem ventania nem brisa.

Gosto de diálogos valorizados e engraçados, sérios e por que não sofisticados, pode ser o dia da asneira, mas seja qual for, só não quero nada banalizado... Acho sem concluir, que os vendaváis tomaram cores e formas especias. Tempestades existenciais...grandes temporais.

Seria talvez a verdade , aquela que não conheço nem sinto realmente de que vale a pena escrever sobre os quero pensar por gosto de falar...ah sei lá...pensei também o que mais há além de mencionar...dias de duvidas constantes...cansada! Cansada de achar que alguma coisa entendi e penso descobrir, acreditar nos meus sentimentos e parar para ouvir tantos pensamentos dá-me um real noção do valor que dou para o tempo e quanto dele é pago em cada momento.

Perceber se tem o preço ou valor que me cobra, entender a diferença entre soma e quantidade. Qualidade e conteúdo, sabendo o prá quê já é outra questão.
Ultrapassando a pretensão.
Soberba condição.
Ter tempo demais é diferente de ficar parado
no que chamo de tempo vago.
Quem pensa igual tem a mesma disposição ou acha desnecessário escrever, afinal é claro, numa democracia, a liberdade de expressão não pode ter classificação.

Ser democrático é ser unânime como definição, o que não quer dizer apenas fazer parte da mesma população, para algúns o repúdio dessa categoria e o horror da inclusão em tal classificação. É sempre o primeiro pensamento que fere a inferioridade. O sentimento que leva a pensar como defesa do que é seletivo. Segrega rotulando e praticando a homofobia, por falta de conhecimento e opnião a máxima da humilhação. Humor menosprezado. A ridicularização da exposição que não sabe fazer sem criação, copiar o real sem o dom. Quando o humor deixa de ser engraçado e deixa de ser copiado, divertido, acaba sendo dispensado.
O esquecimento mata. O conhecimento protege.
Optar pelas futilidades é a mais fácil opção para quem não entende do ofício e nã sabe formar sua própria opinião.
Citar as mais inteligentes frases que o mundo já pensou e achar que créditos são dispensáveis uma vez que...afinal de contas deduz-se que, se copia e cola certamente entende o que lê, e na redundância do assunto também já ouviu dizer que fazer citações de grandes artistas dá a conotação de um ser além de talentoso é competente , e novamente o obviamente de ser e estar entre gente inteligente.
Nivelando o seu gostar ao entender do seu semelhante que bem ou mal tem algo diferente no seu mural, quando real no seu íntimo pessoal..um layout virtual.

Opinar ou simplesmente observar o quais quero pensar mais do que ler que você está na tpm ou menstruou é o sonho de consumo de um intelecto normal, que às vezes, nem sempre, mas ás vezes é menos egoísta e tira seu ego de todas as frentes...

A situação não é de como se está e quais são os assuntos a se falar..não existe absolutamente nenhuma restrição, de gosto ou atuação, mas sim como se pensa ou como o exemplo dado; O futebol que é um dos mais usados como desculpa quando não se tem o que dizer é o amuleto apropriado...
O tempo a metereologia, horóscorpo de todos os dias, fico muito tranquila pois os jornais e os canais de informação cumprem bem essa função.
Assistir coisas que te faz bem e ter coragem de elogiar quais os pontos que mais lhe impressionar é um exercício que faz muito bem ao coração, não só o que concordar, mas poder dizer sobre o que e tudo que interessar...o cerébro também precisa ser bem exercitar.
Escrever o que causou esse sentimento é certamente mais dificil de fazer ou transpor essa intenção. Pedras no caminho, o desconhecido, estranho obstáculo que nos ensina a importância de saber e conhecer.
"O conhecimento protege a insanidade da ignorância que limita e tira a significância"

Quando não gostar fale alguma coisa para melhorar e quando ironizar faça-o com inteligência. Conteúdo, conhece o significado? Não falo de qualidade, pois essa depende do que você preferir, se aparentar já supri r tua necessidade. Os grupos, nichos, tribos e comunidades afins que consta em uma sociedade existem com firmes e sólidas bases filosóficas...alimentar esse vazio é confirmar o tanto que se é oco. Ah propósito, existem regras sim...normas e etiquetas que devem ser respeitadas não por imposição ou lei, mas por entender que o meu espaço termina quando começa o seu. Compreendeu? Censurar só se o jurí tomar pessoal o que pode ser uma critica pertinente como um defeito eminente.
Frases soltas de um mesmo assunto...
Pensamentos rasos e insuficientes...
O medo tomando conta do que não se pega, apenas senti substituindo pelo externo que tem a ilusão de preencher lacunas dessa questão...

11 comentários:

myra disse...

minha querida Selena, bom dia e sabe teu texto é excelente!
beijos

Fernanda disse...

Selena amiga...
Vivo falando... ando meio cansada das amenidades da rede... parece 1,99 de assunto... mas você usou as palavras certas...
Milhares vivem desse eterno copiar e colar, desses, boa parte, nem sequer lêem, e destes boa parte, seqwuer entende...
Fazer o qu^q...
Ainda bem que temos você!!!
BJK

Selena Sartorelo disse...

Obrigada Myra, saudades dessa artista rsrs Beijos querida.

Selena Sartorelo disse...

Sabe fernanda. Talvez tenha escrito isso em função das coisas que o Eduardo vem escrevendo sobre essas redes e os intelectos que as habitam..."triste é concordar e por isso, na esperança de uma mente melhor fiz esse texto que trás em si tanta arrogância...Cosciência requer coragem prá si ter quando trata-se de um pensamento literal, inspirado. Porém original. Não cabe aqui nem ali julgamento pessoal..." Beijos. Minha amiga!!!

expressodalinha disse...

A maioria dos textos é vazia de conteúdo. É só forma. Muitas palavras para não dizer nada. Haja quem diz alguma coisa.

Helena Oneto disse...

Ola Selena,

E sempre bom passar aqui. Por isso, a Casa da Lapa tem um prémio (com jogo) para si.
Felicidades
Helena

Luísa disse...

Fantástica reflexão!
Espero poder ser excepção desta razão que nos envolve e nos desalenta muitas vezes por não encontrarmos pares.Mas, há sempre a possibilidade de chegarmos cá, de sentirmo a verdade escrita, de vermos de perto o que vai nesse varal de almas serenas e simpáticas...
Beijinhos

Menina Marota disse...

"...
existem regras sim...normas e etiquetas que devem ser respeitadas não por imposição ou lei, mas por entender que o meu espaço termina quando começa o seu.
..."

Exactamente o que penso. Gostei muito de a ler, Selena.
Grata pela partilha.
Um abraço e continuação de boa semana

Anônimo disse...

gostei muito senti , que veio do fundo do seu ser , cada palavra , pois quando isto a contece realmente, escrevemos coisas que chegao a ao nosso entendimento pessoal tb beijo continui a escrever vc tem dom

Meg disse...

Selena, amiga lunar:-)
Obrigada por ter ido ao Sub Rosa, eu meio dodói, só pude responder ontem às suas lindas e carinhosas palavras.
Querida, estou também lhe avisando que o Sub Rosa faz hoje 10 (dez) anos de existência.-)
Um beijo, querida.

Rodrigo Passos disse...

“É preciso descascar o texto como quem descasca uma fruta, ir buscar a semente. Escrever é principalmente cortar.”
Fernando Sabino

Ótimo texto!