sexta-feira, julho 23, 2010

COMPARTILHANDO. coisas daqui ou coisas de lá

Nesta foto: Thamara Torrecilha (fotos | excluir marcação), Cristiano Silveira (fotos | excluir marcação), Carla Tavarez (fotos | excluir marcação), Daniella Baccini (fotos | excluir marcação), Jennifer Schauff (fotos | excluir marcação), Marcelo Assaf Assaf (fotos | excluir marcação), Dane Pepper (fotos | excluir marcação), Fernando Ribeiro (fotos | excluir marcação), Carmen Busana (fotos | excluir marcação), Nanda Queiroz (fotos | excluir marcação), Selena Sartorelo (fotos | excluir marcação), Marcelo Krause (fotos | excluir marcação), Mauricio Sagae (fotos | excluir marcação), Renato Simões (fotos | excluir marcação), Karina Belo (fotos | excluir marcação), Fábia Sbrissa (fotos | excluir marcação), Paulo Paranhos (

Esse é um daqueles comentários que viram texto e senti que aqui era o lugar dele, pois em alguns assuntos, somos amigos há mais tempo. rsrsr!!!!!!!!!!

É fato..quando as coisas são sinceras não importa muito em que dimensão elas aconteçam...o bacana é que aconteçam. Por que disso tudo rsrsr?!!Estamos celebrando no virtual tanto quanto o fazemos no real. Não é viagem minha, vou contar um historinha para ilustrar o que escrevi. Tenho amigos dos blogues. Pessoas sérias, inteligentes. Pessoas brilhantes...a maioria deles são artistas, intelectuais..mas também como eu tem outras pessoas normais rsrsr!! Lá, temos muita interação, criou-se uma união fundada pelo tempo e a calma que se precisa ter para saber e peceber as coisas que nos fazem bem e as pessoas que queremos conhecer. Não existe regras estabelecidas, as coisas simplesmente acontecem com naturalidade.( Essa é a parte do aprender). Quando percebemos os sentidos no momento vivido. Não falo do extraordinário que sempre é procurado e por ser tanto praticado tornou-se um pouco mais comum não menos importante nas,não tão interessante. Acontecendo que nesse instante mesmo inibindo a simplicidade, que hoje por ter sido por tanto tempo esquecida, torna-se ela a novidade lembrada. Resgates de bom viver, saudades do bem conviver. Às vezes ouso comentários extensos em alguns posts aqui do face, mas sempre faço pensando que, quem o receber é por que conhece seu escritor rsrsrs!!. Já houve pequenos enganos, pois escrevo por amar isso fazer e qualquer coisa é motivo para escrever e deixar bem claro que não obrigo ninguém a ler, menos ainda a concordar. A minha maneira de respeitar é sentir e falar o meu pensar. Isso não implica razão, apenas sintônia e interação. Mas hoje por estarmos numa mesa tão bela resolvi soltar a trela rsrsr Por isso digo que são amigos muito reais, mesmo sendo eles virtuais... e havia admito um certo preconceito meu em frequentar o facebook, ainda há um pouco. Sei que esse espaço foi concebido para ser editado, mas alguém um pouco menos raso deu um toque pessoal nele...pensava que aqui era tão vazio e vago quanto é o twitter (pelo menos é o que penso dele quando ouço algum comentário. (mentira..imaginem eu escrevento um comentário apenas com xis números de letras rsrsr!!!). Mas tive o prazer de convidar e ser convidade por pessoas muito especiais e hoje vejo que é possível continuar a cultivar as coisas que aprendi e ainda aprendo por lá. Sempre uso uma frase que ouvi ou pensei ouvir não sei rsrsrs que diz que as celúlas se atraem pela semelhança em suas composições.
Postar além do, d'outro, o próprio pensar. E nos comentários conhecer e reconhecer tão felizmente os amigos que tem. Não falo apenas por mim, pois não sou amiga real ou pessoal de muitos aqui, mas quando existe esse reconhecimento que a base da amizade consiste em qualificações que abrangem todos os aspectos dessas relações. Os comentários são poucos lidos, normamente se lê apenas o que se escreve. Nos blogs não...lá papeamos alguns dias o mesmo assunto. Mas sem obrigatoriedade nenhuma. Vejam, percebam que eu sou leal a eles porém aqui entre aqueles da foto e daqui, que estão e estiveram no mesmo lugar sem estarem juntos. Compartilhando.

Aos meus amigos reais e virtuais sem necessariamente estarem em lugares iguais.

6 comentários:

Djabal disse...

Por aqui, uma célula que também se sentiu atraído pela semelhança de composição e pelo carinho fraterno da lealdade. Felicidades a todos. Sempre. (As imagens escolhidas são lindas também.)

Luísa disse...

Obrigada, Selena!
A nobreza das relações (mesmo que meramente virtuais) mede-se pela cordialidade nos actos, na forma como se escreve, na vontade reciproca de visita.Acabamos sempre por ser recidivantes com aqueles que mais nos identificamos!
Obrigada pela partihla do seu saber!
Beijinho terno

Hod disse...

Olá Selena,
A vida neo contemporanea traz algumas soluções, nessa interação e compartilhar que relatas insere-se hamoniosamente no cotidiano. Melhor é quando a desvirtualização desaparece.
O tema em questão que colocas de forma clara revela os novos caminhos que estamos a trilhar, encontrando novos panoramas e promovendo alegria e contentamento.

Bom fim de semana,

Forte abraço.

Fatima Cristina disse...

Oi Selena!
Nada melhor do que um encontro entre amigos! Que alegria!
Sim os encontros virtuais também contam. Afinal a afinidade está no ar e o ar está em todo lugar!
Beijos!

peri s.c. disse...

Selena
São Paulo é grande mas é pequena ....
Conheço a Carmem .
Ela é vizinha de uma grande amiga minha, a Maria Helena, eh,eh .

bjs

Selena Sartorelo disse...

Olá Djabal,

Esses são amigos reais...que um dia foram colegas de trabalho e hoje são amigos pessoais.Sim células que fazem um bom trabalho e acredito que isso seja no virtual também... as coisas são naturais..aqui só tem amigos e muito amigos.

beijos,

Olá Luísa,

Sou suspeita quando falo contigo pois sinto como se convivessemos próximas em textos, vida e livros.
Temos em comum o bem querer e esse olhardeperto bemsabever.

Beijos minha amiga.


Olá Hod,

Acho e acredito que quando o sentimento é sincero a dimensão torna-se um mero detalhe..rsrrsné não?

beijos

Olá Fatima,

Afinidade essa palavra causa e define bem o que aui tem.
Somos o que somos em qualquer lugar e isso é uma virtude nos dias de hoje.

beijos e precisamos papear mais. rsrs!!

Olá Peri,

Essa aí é uma das minha melhores amigas..nos conhecemos há mais de quinze anos...temos temperamentos fortes mas sabemos administrar essa italianice ...acho que estarei na casa dela no próximo dia 30, mas ainda preciso confirmar... se estiver por lá adoraria te dar um olá.

beijos