segunda-feira, março 01, 2010

CIDADE DE DEUS

Foto: Rodrigo Sarti Werthein

Não escuro, ausente. Que diferença faz o tempo. Não aceite o pessimismo. Vômito de realismo.
Mania chata que a vida tem de copiar a ficção tão bem.
Não lugar, presente. Sombras prá não se perder. A noite traga os raios de luz. A energia branca entregue na noite que vem.
Não ninguém, vivente. Sobrevivente do nada desse existir.
Drama. Tragédia. Comédia.
Fatalidades comuns .
Sobra de (s) esperança.
A luz da semelhança.

8 comentários:

João Menéres disse...

Que bom texto, SELENA!
>SOBREVIVENTE DO NADA EXISTIR<

Julgas que entendo tudo, querida amiga?

Sou mais terra- a- terra...

Beijos bons.

angela disse...

Bonito texto. Adorei o vômito de realismo.
beijo

expressodalinha disse...

Somos iguais.

Fatima Cristina disse...

Oi Selena,

a luz da semelhança nos uniu...

Beijos!

myra disse...

se ve que O Joao e eu temos telepatia, eu ia por as mesmas palavras que ele aqui!isto é"sobrevivente do nada existir!"
otimo texto!
beijos e saudades

Selena Sartorelo disse...

Olá João,

Com vontade de dizer
"Querido João queria eu ao menos saber de todo esse nada que tão bem sei que tudo entende.
Não entendes tudo João, mas entende tanto que pouco precisa ser dito.
Obrigada, fico muito feliz que tenha gostado.

Beijos meu querido amigo

Olá Angela,

Não conheço Cidade de Deus, mas acreito nos olhos de quem a viu. O Rodrigo é uma pessoa que tive o prazer de conhecer no início do ano passado, e desde então o considero um bom amigo. Pouco nos vimos, conheci sua esposa ,que é além de uma linda mulher uma pessoa tão sensível quanto ele...falamos de trabalho, de filhos e da vida. E quando olhei essa foto confirmo cada vez mais o talento que esse moço tem em minha opinião.
Sempre penso que quando falamos com outro olhar, é porque conseguimos sentí-lo, um lugar onde o tempo não existe, Não importa onde, quando, quem, como ou porque,o que importa é esse sentimento mantido com tanta sinceridade atráves de cada criação. A arte poucos tem. Ser criador e inspiração.

beijos e obrigada,

Olá Jorge,

Mas divididos em partículas que ainda não conhecemos.

beijos,

Olá Fatima,

Menina!!! (risos) Não consigo ficar indiferente ao seu sorriso.
Sim tem toda razão.

beijos querida e obrigada.~

Olá Myra,

Sem tempo minha amiga, Essa sensação é mais clara para você e o João, a sabedoria adiquirida com tanto sonho e nitidez. A pratica provando a teoria que a vida é mais que o tempo que pensamos ter.
Ser uma continuidade que não vaga, mas sim permanece e fortalece o pensamento bem dito.
Mas acredite é um privilégio único esse saber. Quem sabe um dia poderei eu entender.

beijos e obrigada por TUDO.

Djabal disse...

Momento. Paralisia do pensamento. Esplendor instantâneo. Segue a vida em cada renascimento. Beijo.

Selena Sartorelo disse...

Olá Djabal...quanta poesia meu amigo..obrigada por escrevê-las aqui.

beijos