sexta-feira, agosto 21, 2009

CONTOS : CONSIDERAÇÕES DISPENSÁVEIS

Ontem de novo tive vontade de mudar o cabeçalho do meu blog. Não gosto de ficar muito tempo com o mesmo, já me acostumei a mudá-lo de tempos em tempos. Sei lá, enjôo da mesma imagem, gosto de variar, mostrar outras cores, outros nomes. Mas sempre, sempre mantenho o mesmo critério na hora que procuro uma imagem...procuro sempre uma que tenha semelhança com o sentimento que tenho naquele momento. Na verdade já me acostumei com essa inconstância. E nessa pesquisa que fazia pedi ajuda, uma opinião, e essa veio sem dúvidas em dizer que eu precisava parar com isso e manter a mesma imagem.
Mas porque preciso manter a mesma imagem e me preocupar com o quê exatamente .

"Desculpe...mas não quero (aqui tinha um mais, mas estava demais)... ficar pensando em fazer alguma coisa para agradar..Não sou perfeita...mas não sou nenhum monstro...não é tão impossível assim gostarem como sou sem ser."
E fiquei pensando, mas continuava a minha pesquisa e todas que encontrava predominava o azul.. A quem pedi opinião na verdade me enviou uma linda imagem que também tinha azul, achei engraçado e até dei a ela o título de "energia azul" questões óbvias como podem perceber..mas ainda não era isso.

energia azul

Após algum tempo não sabia muito que procurava, mas encontrei , e claro tinha muito azul, mas tinha encanto, conto, coisas que gosto, fantasias e contradições...pensei nas doze badaladas e questionava porque doze se na verdade deveriam ser vinte e quatro.

cinderela


Sabia que essa não ficaria muito tempo e comentei esse pensamento...enfim depois das considerações...mudar, deixar, deixar de mudar..não fiz nada. Deixei como estava. Não sei por quanto tempo. Também isso não me preocupa. Se der na telha mudo, se não der, deixo a que está ... exatamente como sempre foi.
Quem freqüenta meu blog sabe disso. Já deve ter percebido que não fico com a mesma imagem por muito tempo .
Mas hoje ao ligar o computador ainda tinha vestígios em minha mente da imagens de ontem, queria escrever sobre contos de fadas, queria falar e ousar fazer alguma analogia...então peguei a tal imagem e antes de começar escrever fui procurar quem era o artista que a tinha feito . Achei engraçado, pois tinha postado uma foto dela num dos ultimos posts.
Então pensei ah, não vou escrever isso agora não, deixo também prá depois. E assim percebi que já tinha um monte de coisas prá fazer depois.
Mas continuei querendo pesquisar sobre os contos e foi assim que postei as ilustrações de Gustave Doré , pois essas sim remetem a mente a tempos distantes, infância, ilusão, medo de bicho papão, é como me sinto vendo aquelas imagens incríveis que ele criou.
Mas, claro que lá vem um mas, antes de continuar, fui navegar e ler as noticias do dia , e olha o que achei e então resolvi contar.
As coincidências do pensamento sem nenhuma utilidade de ser.

fonte uol

A fotógrafa Annie Leibovitz em frente a imagem de Scarlett Scarlett Johansson como Cinderella

Ela é tão famosa quanto as modelos com quem trabalha, mas o perfeccionismo tem um preço: a fotógrafa Annie Leibovitz está à beira da falência e Nova York se pergunta como sua menina mimada chegou a este ponto.

Para compor as fotos que a transformaram, aos 59 anos, em uma das melhores retratistas do mundo, Leibovitz nunca se preocupou com as finanças.

3 comentários:

Chica disse...

Concorso que quando chegamos numa fase da vida, não precisamos nos preocupar em simplesmente agradar e sim, em fazer o que temos vontade. Lindo teu post.beijos,chica

Tentativas disse...

Olá Chica! Rindo muito..é verdade.

Obrigada, beijos e bom final de semana.

angela disse...

Quantas associações e acabou fazendo um lindo passeio pela web e por você mesma e o melhor, nos levou junto.
beijos