segunda-feira, junho 15, 2009

TERTÚLIA VIRTUAL


Procurei esse lugar
tentando me lembrar
dos caminhos que andei
e nada além
de um imenso
oco
vazio
encontrei.
Perguntas não respondidas
Certezas indefinidas
Sentimentos tão estranhos
num lugar desconhecido.
O corpo que trás a dor.
A mente o esquecimento
Tudo hoje é só momento
O lugar que faz sentido
É aquele relembrado
Seja ele conhecido
Ou simplesmente desejado
O lugar que é vivido
Por ter sido percebido
Trazendo na memória
Um passado e uma história.

36 comentários:

jugioli disse...

....o ser e existir neste espaço é o que nos faz humanos.


Lindo texto.
@dis-cursos

Adolfo Payés disse...

Siempre me gusta leerte.. ser.. la existencia misma del vivir..

saludos fraternos
un abrazo

besos

Georgia disse...

Selena, lindo como sempre.

Um abraco

Eduardo P.L disse...

Repito o comentário da Georgia: linda postagem, como de hábito!

Bjs

Ví Leardi disse...

...Selena,senti uma certa tristeza e melancolia por um passado... talvez perdido?
O lugar que faz sentido é aquele relembrado...
Tão verdadeiro... mas alguns anos mais desta tua mocidade preciosa precisas viver sem lembrar dos caminhos que andastes e por novos correndo procurar...e destes sim aí um dia fazer um album de lembranças que possas chamar de... CASA.
Mil beijos

João Menéres disse...

Comentário quero fazer:
deixar um pensamento
em dia de lazer
era bonito o sentimento.


Com um beijo para a SELENA.

Daniel und die Delphine disse...

A casa, a cidade da gente é o melhor lugar.

Menina do mar disse...

LINDO!!

Selena Sartorelo disse...

Olá Ju...espaço chamado vida. Sim, acredito que sim.

beijos e obrigada

Olá Adolfo, acredito que a poesia sentida é também a poesia vivida.

beijos fraternos,

Olá Georgia. Agradeço muito teus elogios, mas sempre é muito tempo e trás muita responsabilidade...prefiro que desgoste de vez em quando rsrsrs!!!

E quando vieres a São Paulo e puder avisar. Nossa!!! adoraria a minha família te apresentar.

Beijos,

Olá Eduardo...Obrigada! E não canso de escrever que esse tertulhiar é muito bom!!!!!!!! de participar.


Olá minha querida Ví,

Não se preocupe é apenas outro sentir de uma pretensa poesia...talvez sim. Mas escolho a serenidade à tristeza a a nostalgia à melancolia,um efeito trazido pelas tardes de domingo eu acho.
Uma maneira de saudar a alegria.
O medo de esquecer as lembranças importantes da vida.

beijos,

AH João! Me puseste em teu pensamento pensar. Terei que rebuscar tudo o que li e estivemos a falar. Se tiveres dó ponhá-se a explicar esse sentimento que substituiu o pensamento que se põe a falar rsrsrs.

beijos,

Olá Daniel, seja bem vindo e fico feliz que é seja seu pensar, a casa da gente é sempre um bom lugar prá se estar.


Olá Menina do Mar,

Obrigada, ouvi teu sorriso daqui!!

beijos,

Conceição Duarte disse...

Selena obrigada por ir lá no meu espaço. O seu é lindo e escreve coisas muito bacanas também.

Qto a mamãe, ela é mesmo um amor, tem a sensibilidade afinada demais, tadinha, e sofre por isso.

Mas ela é linda mesmo! E pode ler os comentários, aqui eles são verdadeiros posts, a gente vê muito dos amigos neles, e são muitos inteligentes. Fique a vontade, para isso estamos na net.

Um super beijo e boa semana pra vc! COn

expressodalinha disse...

Temos de encontrar esse lugar que vai do passado ao futuro presente. Belo texto. Gostei.

Adelino disse...

Selena, não sei se já disseram, mas vejo refletida em seu texto uma certa deslisuão.
Abraços.

Silvares disse...

Passamos a vida toda construindo essa casa. E, enquanto a construimos, já a estamos habitando.
:-)

Chica disse...

Lindo,Selena!Gostei do teu blog!beijos,chica

Selena Sartorelo disse...

Olá Conceição, não tem o qe agradecer vou até lá por bem querer. E se Aidinha tem um blog eu estou louca prá conhecer rsrsr

beijos querida!!!!!Obrigada por ter respondido, gosto disso.

Olá expressodalinha, agradeço tua visita e tuas palavras bem ditas,

Essas rimas estão a me irritar rsrsrs, Mas delas não consigo me livrar rsrsr

abraços,

Olá Adelino, pode ser impressão, a desilusão faz parte mas por Deus não é uma constância...Sinto que assim te fez sentir, mas amo a vida que foi, que é e que esta por vir.

beijos e obrigada pela visita e as ternas palavras.

Silvares...e como é bom poder dizer isso.Um processo amplo e coeso.

beijos e agradeço tua vinda.

Selena Sartorelo disse...

Olá Chica, que bom gostou daqui...vou conhecer o teu também. O tertúlia virtual.

beijos

Nana Odara disse...

Sentir em casa é tbm olhar pra dentro, sem rodeios ou meias verdades... há lugar pro risada, e pra lágrima emocionada...

peri s.c. disse...

O passado nunca passa.
bjs

entremares disse...

" O lugar que faz sentido
É aquele relembrado
Seja ele conhecido
Ou simplesmente desejado"

Perdoe a repetição ... mas gostei muito desta pequena definição para o tal canto, a tal casa... onde nos sentimos... bem.

Selena Sartorelo disse...

Olá Nana Odara... prazer em receber a Nana que não é de Cayme mas a Odara que canta Caetano...Acho que é dificil alguém ler o seu nome e não ter lembranças de um tempo vivido e nomes de poetas conhecidos.
Um olhar refletido
e por certo percebido
Entre muitos sentimentos
Tem momentos divertidos e tantos outros bem sentidos...

beijosssss

Selena Sartorelo disse...

Olá Peri, que bom te ver aqui.
Nesse caso, uma coisa é sempre a mesma coisa, a penas a maneira que lembramos dela muda ás vezes.

beijos,

Olá entremares,

Cante tudo o que te fizer bem. A música é para mim a melhor maneira de se lembrar, até cheiro ela trás. obrigada por ritimar essas palavras.

beijos

Nade disse...

Lindo poema!
Grande beijo e parabéns pela belíssima participação na Tertúlia deste mês!
Orgulho de Ser

tossan disse...

Selena, o que eu posso dizer mais? Este poema mexe com sentimentos, é lindo! Beijo

tonhOliveira disse...

"Você quer que eu diga...
pois vou lhe 'dizê':
O melhor lugar do mundo
é dentro de você".
(de um poeta popular que "sisquici" o nome)

Lindo post Selena!

Beijos!
tonhOliveira

Fatima Cristina disse...

Oi Selena,

Lindo texto!

O sentimento que descreve estar "em casa" vem mesmo com muitas memórias e histórias de nossos passados.

Parabéns pela postagem!
Abraços

Selena Sartorelo disse...

Olá Nade,

Obrigada por sua visita e pelas palavras tão gentis.

beijos,

Olá Tossan,

Agradeço tudo o mais que tens a dizer, afinal, esse é um dos objetivos né, acreditar que podemos pensar que a palavra como todas as outras artes podem sempre se inovar...Saudade de uma parceria entre as minhas palavras e a tua fotografia...beijos!!!

Olá Tonho...Ia uma coisa te falar, mas depois que li o seu "sisquecimento", acabei "sisquecendo tamém dú qui ia fala. Mas dexa prá lá...quando lembra faço meu prununciá"

Obrigada pela querida visita.
beijos,

Olá Fatima, seja bem vinda.
Acho que um bom lugar que se possa estar é no sentimento bom da lembrança, seja sua, minha ou de outro alguém.

beijos,

victor simoes disse...

Olá Selena, desde já agradeço a tua visita no Suciologicus. Gostei muito do teu blogue, e gostaria de te dar os parabéns, pelo excelente trabalho.
Relativamente ao post de hoje...
Da vida, fazem parte as memórias que guardamos, estranho é quando não as conseguimos ter, quando não lembramos, o nosso subconsciente não guarda o que conscientemente apagamos da nossa memória.
Vivamos pois o presente, em direcção a um futuro, aínda que de sonho, porque sonhar também faz parte da vida!

Um bj de Prtugal até ao Brasil.

Selena Sartorelo disse...

Olá Victor,

Obrigada por vir e por essa palavras pensar.
Acho que também é isso o que somos, fomos e seremos desde que isso lembremos...né?rsrsr

"beijos daqui prá í".

expressodalinha disse...

OBRIGADO PELA SUA INTERVENÇÃO LÁ NO EXPRESSO. BELÍSSIMO TEXTO QUE RESISTE A QUALQUER ODOR. BEIJOS.

Caçador disse...

Olha, tens uma cara nova.
(não sei se percebi alguma, caçadores...)O corpo é o lugar do corpo, a sua casa intíma e exposta.
O corpo é lugar para tudo, memórias e momentos, futuros que se perderam e passados que estão quase a chegar.
O corpo alberga coisas como só ele sabe: orgãos, visceras, lembranças, anseios, desejos, dores.
O corpo é o lugar que é vivido, por vezes mal percebido quando não se tem mapa ou bússola, porque o corpo é também a topografia do corpo, caminho e viagem. Percurso.
(... e agora me calo porque senão, não me calo)

Bêjo

Wania disse...

Oi, Selena...
A vida á assim: um incessante caminhar na busca de nos sentirmos, plenamente, em casa!
Na nossa casa interior! Totalmente em paz!
Lindas palavras, lindo este teu cantinho!
Voltarei mais vezes!
Bjs.

O Profeta disse...

Não há longe, teu mundo a ilha
Tens andar gingão mesmo á maneira
O verde é manto que te afaga os pés
O mar é o teu azul por cabeceira

Passos ao encontro
Alma cheia de cor e ilusão
Braços abertos à aventura
O mundo na palma da mão


Boa semana


Mágico beijo

Selena Sartorelo disse...

Olá Caçador,
Sim! Sim e também sim rsrsr!!
Beijos,

Olá Wania, seja bem vinda e obrigada.

Quase Blog da Li disse...

Selena,
nossas tertúlias tem algo em comum com toda certeza: o lugar que é bem vivido!
Adorei
beijos
li

(Perdoe-me o atraso, estou lendo as Tertúlias aos bocados pois ainda estou viajando, por terras muito longe...)

Selena Sartorelo disse...

Olá Li.

Obrigada por sentir e dizer teu sentir. Mas agora aproveita tua viagem e volte com uma bagagem que só você pode trazer. Transformei a imagem
em sentimento
Pintei as emoções vistas
Embalei o espirito na música chamada vida.
Poemei a física
Entendi o abstrato
Sonhei com o exato
Vivi o absurdo
Aprendi o amar do saber
Esqueci as sombras
E sorri para a lua
Voei nas asas do dragão
Respeitei a tua cor
Lembrei dos ontens
desejei o amanhã
esqueci do agora
Sonhei com a realidade
Vivi a fantasia da
palavra entender
Li "Pessoa"s e caminhei pelos "Campos"
tropecei em Drummond
Caí em vulcões
Pretendi a fenix conhecer
Sonhei
Aprendi a ver
Acordei e descubri que nada sei
sobre a arte de escrever
mais do que o próprio
querer os sentimentos conhecer
Sem(te)mente!
Vamos todos adorar saber de tudo através da arte do teu ver.

beijosssssssssssssss,
Quando aqui voltar mande noticias de onde está..adoraria saber.

Compondo o olhar ... disse...

desculpe o atraso, mas estava impossibilitada por causa de uma cirurgia. mas agora estou bem e retornei!!!
parabéns, adorei sua participação em mais esta intrigante tertulia!!!

bjocas