quarta-feira, abril 15, 2009

TERTÚLIA - PRAZER


Prazeres possíveis
Prazer!
No gozo
No sorriso
Na doação
Em todos os sentidos.
Eu!
Sinto.
E sinto, muito.
Por ser ele
Tão prazeroso assim.
Sensação egoísta que me satisfaz
Prazer momentâneo
Duradouro
De ver
De ouvir
De saborear
De tocar
Prazer de lembrar
De saber
De compreender
Prazer de sentir prazer
Sem entender
Sem perguntar
Nem responder
Sim
Plenamente

Prazer.
De ter
A vida para ser
também
vivida com prazer
imagem de autor desconhecido por mim.

27 comentários:

disse...

Selena ....adoro as suas escolhas de imagens...eu diria que aqui também o feio se faz presente...mas enigmaticamente buscando o belo...lindos e prazerosos prazeres!

Nota...acho que seu link na central da tertúlia esta´errado o que é uma pena...pois não se chega aqui...veja... dá para corrigir.
beijos

Tomáz disse...

Prazer é sempre egoísta porque é pessoal e intransferível. Viva o prazer, para os hedonistas ou não! Beijos.

Adelino disse...

Selena, permita-me discordar do TOMAZ. O prazer, sob um ponto de vista mais subjetivo não é egoísta. Se for solitário, não é egoísta. Se a dois, como por exemplo, um livro, um trabalho realizado em parceria, uma composição musical, o prazer pertence aos dois. E outras coisas também. Os hedonistas não procuram o prazer a qualquer preço. O hedonismo é próprio do ser humano. Se o qual o mundo não andaria.
PRAZER em conhecê-los via Tertúlia Virtual...
Abraços.

peri s.c. disse...

Selena
Muito prazer

Salve Jorge disse...

Prazer
Ao ser
Por ver
Por ter
Por haver
Tanto viver
Que sofrer
No seu canto
Remoer o pranto
Não há de merecer
Devorar o encanto
Se há de morrer
Melhor disso esquecer
E saborear o alvorecer
E bordar o próprio manto...

Serena Flor disse...

Estou tendo muito prazer em conhecer novos cantinhos e mais prazer ainda de estar participando desta tertúlia maravilhosa.
Belíssima participação...parabéns!
Beijos.

Selena Sartorelo disse...

Olá Ví,

Ontem assistindo um entrevista antiga da Marina Colasanti ouví-la dizer que o título é muito importante para um texto e penso também que quando gostamos de ilustrar nosso texto essa ilutração tem que ser por efeito e significação...pena não conseguir achar os artistas..sinto-me meio mal com isso..Ah não ser os consagrados que esses já são sabidos e conhecidos..enfim...
Obrigada.

beijos,

Olá Tomáz,
O prazer em sua compreensão, vasta, simples ou não.
Beijos,

Olá Adelino,
É claro que eu permito, acredito que discordar nos ensina também, e somos adultos para termos discussões saudaveis, inteligentes e bem humoradas ...é um prazer poder proporcionar esse outro tipo de prazer o de descordar.

beijos,

Olá Peri,

É sempre um prazer posso dizer rsrsrs.

beijos,

Salve Jorge!!!!!

Homen das rimas causadas em contos..beijoss


Olá Serena,

Obrigada, achei mesmo que eu não fosse participar dessa vez, é o segundo tertúlia que participo e é realmente um prazer conhecer tantos e aprender com pessoas tão incríveis, cultas e inteligentes que tem aqui..você vai ver que não estou exagerando...Não me lembro ao certo como cheguei, sei que fui imediatamente bem aceita pelo Eduardo que é pelo que vejo um dos grandes responsáveis por essa união.
É meio assim, ninguém indica ninguém, ninguém obriga ninguém, ninguém quer agradar ninguém, . ao que me parece apenas alguns se conhecem pessoalmente, mas é tão forte a sintonia e respeito que sempre sinto-me tomando um café com amigos e sempre falando dos meus assuntos preferidos..Se deixar vou longe com tanto prazer que isso me dá..
beijos e divirta-se também.

ellen disse...

Bonito poema sobre o Prazer. Gostei!

Beijinho para si

Papagaio Mudo disse...

há que sentir.
Também gostei muito do poema.

Abs,

Gustavo

Lina Faria disse...

O prazer se despe da persona?
talvez.
Belo blog. vim pela Tertúlia.
lina

Selena Sartorelo disse...

Olá Ellen,
Obrigada...beijos para você também.

Olá Papagaio Mudo, (nada contra absolutamente, mas pq esse apelido?)

Obrigada pela visita e estive no seu blog e adorei também a sua definição apaixonado do Prazer.

beijos,

Olá Lina..que bom está aqui, digo isso pois leio seus comentários e gosto muito... realmente a tertúlia cumpre muito bem seu real significado.E hoje e por todo esse tempo só tenho recebido visitas de pessoas que estou tendo muito prazer em conhecer, e estendo esse comentário para os meus novos amigos que tão bem me receberam.

Sua pergunta me faz refletir ...não sei se entendi bem sua colocação, mas vou tentar arriscar uma resposta.
Sim, O prazer foi rotulado por atos especificos tanto fisicos como materiais como se a mesma ficasse impregnada por muito tempo. Dando ele apenas uma cor, na melhor da hipoteses com no máximo mais algumas nuances...poderia tentar alguns outros exemplos que tenho em mente mas não quero assustá-la com meus absurdos ou simplesmente idéias rsrsr...

Beijos e seja ...sejam bem vindos

Compondo o olhar ... disse...

é com muito prazer que passo por aqui e me deleito com seu texto, parabens!!

bjocas

Conceição Duarte disse...

Muitos são os prazeres da vida! Parabéns, bj, con

Selena Sartorelo disse...

Olá,

Um exercício prazeroso e interminável esse. O de viver "Compondo o olhar".

obrigada por sua gentil visita.

Olá Conceição,

Muitos!

beijos

Adolfo Payés disse...

Hermosos, hermosos, hermosos es la palabra que me nacen ante tus versos..


saludos fraternos con mucho cariño
besos
un abrazo inmenso

tossan disse...

Possibilidades

.G

Bailar
no palco
certo
no rítmo
certo
da balada
que ouve
e com
a regência
quase
perfeita

Beijo
Belíssimo!

calata disse...

Bonito blog, gracias por tus extraordinarias palabras dejadas en la imagen de "a los cuatro vientos". Te hago un enlace para seguirte, un abrazo

lupussignatus disse...

os

sentidos

da

vida

Selena Sartorelo disse...

Adolfo...obrigada, sinto-me feliz que tenha gostado.

Tossan...As vezes acho que a imperfeição é a nossa maior qualidade...beijos.

Olá Calata..que bom que está aqui..Seja muito bem vindo.


Olá Arquiteto, e a vida em sentidos.
Seja bem vindo.

Eduardo P.L disse...

Selena,

magnífica e competente postagem e participação nesta Tertúlia do PRAZER!

Obrigado pelas visitas, comentários e até a próxima dia 15 de Maio!

Selena Sartorelo disse...

Olá Eduardo que bom que veio me visitar...obrigada.
Na verdade me diverti muito com essa participação na Tertúlia
Até o próximo dia 15.

abraços.

Caçador disse...

As possibilidades que aqui vão, que aqui estão.
Prazeroso poema o teu.
Bêjo.

Selena Sartorelo disse...

Sempre em movimentos.
São como pensamentos.
Um presente de um olhar singular, o teu.

beijos,
Selena

Eduardo Santos disse...

Olá amiga tertuliana. Penso e creio ser a primeira vez que entro neste cantinho, então, com licença."Prazer de ter a vida para ser também vivida com prazer" em recomposição do seu poema, que afinal consubstancia o poema e a vida que pretendemos viver. É lindo e faço votos que esse seja um objectivo que todos nós consigamos. Tive muito prazer em conhecer o seu espaço. Obrigado, tudo de bem para si.

Selena Sartorelo disse...

Olá Eduardo Santos...
Sim é a primeira visita ao possibilidades. Fico feliz que tenha vindo..Quanto a vida ser vivida assim, acredita que até quando estou com a paciência no limite tento..se consigo nem sempre..rsrsrs
Seja bem vindo.

Andre Martin disse...

Como dizia um amigo, num tom de deboche e tiração de sarro, mas que aqui me ocorre num tom verdadeiro depois que li seu post:

O prazer é todo seu!!

Muito bom texto, muito sentimento, numa fluidez simples e direta.

Selena Sartorelo disse...

Olá André,
Alguns de tantos prazeres sentidos e queridos que temos.
Beijos e obrigada.