terça-feira, março 17, 2009

Meus Medos


Tenho medo da violência...mas também tenho da complacência
Tenho medo da solidão...numa multidão infinita.
Tenho medo da indiferença...sentida num afago.
Tenho medo do perdão...quando não é sincero.
Tenho medo de não ser...mas também tenho de ser.
Tenho medo de não ter...para onde ir.
Tenho medo de ir...e medo de ficar.
Tenho medo de sentir...e por ele ferir.
Tenho medo das certezas...por estabelecer limites tão precisos.
Tenho medo de não saber...ou mais ainda do achismo.
Tenho medo do saber...e por ele enlouquecer.
Tenho medo de entender demais aquilo que não sei.
Tenho medos que continuam desde que nasci.
Tenho medos que desapareceram depois que cresci.



Tenho medos que provam que envelheci.

13 comentários:

Adolfo Payés disse...

tengo miedo de dejarte de leer tus versos, pero sé que eso no pasará..

saludos fraternos

bellos tu poema., un gusto inmenso leerte siempre..

un abrazo con mucho cariño..

besos

Joéliton disse...

Eu tenho medo de tantas coisas....

Bjooos

tertulías disse...

Que humanos estes pensamentos e como demostram a sua forma de refletir sobre a vida. Tenho medo de nao ter...para onde ir... esta me pegou... agora eu tenho que aderir um medo que tenho: de ter medo! Fobofobia?

Tata disse...

Oi,

Esses medos que provam que a gente envelheceu,são os que dão mais medo!!!!
Muito bom!!! adorei!
bjinhos

Selena Sartorelo disse...

Preciso confessar á todos vocês!!!
Esse momento é sempre delicado rsrs
Esse texto eu o escrevi já tem um tempinho o que não muda absolutamente nada, se o motivo de postá-lo novamente não fosse pura e simplesmente por conta de uma música Lenine & Julieta Venegas - Miedo,uma música que eu ouvi ontem pela primeira vez e gostei e dele ela me fez lembrar...e como eu não consigo colocá-la no blog, fico irritadissima, pois agora ele está aí e a música que é bom , lhufas!!!
Pronto! falei. rsrsr

beijos,

Mentuhenhat disse...

Obrigado por mais este texto maravilhoso...
O medo apenas existe para que possamos dar valor à coragem...
E é em cada um destes pequenos gestos, que podemos brilhar cada vez mais...

O meu Abraço de Luz!

Vivian disse...

...tenho medo de sentir
medo.
só isso.

você é fantástica com
as palavras.

adoro

bjusss

tossan disse...

Não tenho medo dos teus versos tenho medo do mundo e o que ele está se tornando rapidamente!
Eu vi o teu poema lá no Sr do Vale, muito bonito! Beijo

Andre Martin disse...

Muito bom! Muito bem!

Isto tudo apenas prova que você está no caminho certo!

Você diz sentir medo dos extremos, e das mesmas coisas que se apresentam com muitas possibilidades.

O medo da escolha, ou o medo do arrependimento? O que nos mete mais medo??

Eu temo pelo destemido, que cairá pela ausência de prudência.

A verdadeira coragem não é não-sentir-medo, mas de ousar enfrentar e encarar seus próprios medos.

Porque os medos dos outros... estes não nos mete medo!

Medo... me dá vontade de ficar à vontade, sem medo, sem me dó = sem dó de mim.


famainfame.blogspot.com
mesdre.blogspot.com
mesdre.myblog.com.br

Andre Martin disse...

Dica:

Quer ver um filme que trabalha o tema do medo o tempo todo, sem meter medo? Assista a "Batman Begins". Uma obra de psicologia e debate filosófico, disfarçada na fantasia de super-herói de histórias em quadrinhos.

"- Por que caímos, Patrãozinho? É para aprendermos a nos levantar! "
Alfred Pennyworth (Batman Begins)

Moon_T disse...

não consigo fazer o embed do Mp3Tube
:(

estou a desesperar!

Big clash disse...

Uai Selena?Cadê a música?

peri s.c. disse...

Selena
Sabe por que dizem que " os heróis morrem de pé " ?
Por que no chão tem uma poçinha de mijo ...

bjs