terça-feira, dezembro 23, 2008

De: Para:

Se
minhas cartas não foram lidas.
Se
minha arte não foi conhecida.
Se
meus sentimentos nunca serão entendidos.
Se não?
Meu existir não terá acontecido.
Se sim?
E mesmo assim! Existem momentos que são tão reais.

4 comentários:

Sr do Vale disse...

O importante não é a quantidade, e sim a intensidade.

Bill Stein Husenbar disse...

E quantos, de qualidade, não são esquecidos?

Que ninguém esqueça esta escrita...

Boas festas.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

Sr do Vale disse...

Selena, haverá a passagem quase imperceptivel do ano, e quando for meia noite, a imagem que retrata a mudança do novo para o velho e assim sucessivamente, transcedendo os espaços físicos... poderá ser apreciada.

até meia noite da virada.

abraços.

O exterminador disse...

Selena:
tu é que pensas que teu blogue nada tem para ser plagiado. Ano passado fui obrigado a diovulgar um blogue que plagiou nada mais, nada menos que 16 textos de um blogue que era totalmente pessoal.
Use sempre o programa copyscape para verificar se há plagio ou não.
Vou lincá-la ao meu blogue. Caso precises de ajuda é só me contactar.
Beijos do Exterminador.

PS: FELIZ 2009!